Daqui há 2 horas é meu aniversário. Vou completar 25 aninhos.Sei que estou nova mas não me visualizava assim há 10 anos atrás. E isso não se refere às meninas. Também um pouco, talvez.
Minha vida tomou rumos diferentes e sempre me pego pensando como estaria minha vida se eu não tivesse ido àquela festa na rua XV de novembro onde reencontrei e me apaixonei pelo Alex. Onde estaria se eu não tivesse desistido do emprego que me tornaria contadora para aceitar o convite para trabalhar com comércio exterior. O que seria se eu não tivesse desistido da faculdade de contábeis para fazer administração. Ou ainda mais longe, como seria minha vida se não tivesse acontecido o que aconteceu com a minha família há 7 anos atrás e por conta disso não fui estudar em outro estado conforme planejado na minha adolescencia. Em todos estes caminhos me vejo completamente diferente com esta idade, mas os pensamentos acabam quando penso que não teria minhas pequenas.
Eu sempre me senti especial. Acho que talvez todos se sintam assim ou simplesmente foi o excesso de elogios vindos da minha mãe. Mas sempre achei que tinha uma missão e que algo incrível aconteceria na minha vida, que algo muito importante me faria feliz. Quando eu estava naquela sala de ultrassom, há mais ou menos 1 ano atrás, para descobrir se estava grávida ou não e o médico anunciou que eu teria gêmeos pensei nisso na hora. Pensei "Aahh, então é isso!" E aí meu coração se acalmou (fiquei apavorada ao descobrir a gravidez) e vi que estava tudo certo, eu estava no caminho certo, encontraria minha felicidade e era essa a minha benção. A partir daí minha vida vem mudando cada dia mais e esse sentimento de que "o que será que esta por vir" passou. Minhas filhas são a benção da minha vida, mas não pode acabar aí. Eu queria uma novidade dessas por ano e tenho medo que agora eu não tenha mais surpresas. Ainda tenho muitos planos pra minha vida e todos eles me entusiasmam muito, mas mesmo assim aquele sentimento foi embora, foi embora não né, está dormindo no berço...rs Mas é isso...
Ano passado meu aniversário foi diferente, eu tinha acabado de descobrir a gravidez, a barriga estava no comecinho de sua grande jornada(!) e tinha ganhado os primeiros presentinhos pra elas. Salvo uma bolsa linda do maridão e um vestido de grávida da mamy. Compramos uns salgadinhos e minha mãe fez um bolo pra cantarmos parabéns em casa. Lembro que eu ainda não tinha nem móveis na sala (eles demoraram 1 ano após o casamento pra chegar) e as pessoas se sentavam em colchões no chão, lindo piso diga-se de passagem, e eu adorava aquilo tudo. Amava meu apartamento novinho, com tudo que eu escolhi e ainda estava escolhendo pra ficar perfeito. Mas o importante é que hoje não sinto nem nostalgia de passar na minha antiga rua. Adoro meu novo apartamento, amo minha família e minha nova casa.
Pedi pra minha mãe de aniversário que ficasse com as meninas de sábado a noite até domingo. Sim, sinto necessidade de sair as vezes e conversar com meus amigos maravilhosos. Eles são maravilhosos, a maioria está comigo desde a pré-adolescencia e merecem um post só deles qualquer dia. Bom, espero que eu consiga aguentar deixar as meninas lá.
Enfim, post longo e chato de aniversário. Seguem fotos do ano passado...

Sogro, sogra, cunhada, cunhado e sobrinhos...
É, a gente faz aniversário juntos...eu dia 15 e ele dia 16, até nisso nos completamos...


Cunhado e irmã, prima, vovó linda, mamãe embaixo e sobrinhos de novo : )

0 comentários:

Postar um comentário